Tendências do Mercado de Automação Para 2021

Ao nos aproximarmos do fim do ano, começam a surgir as especulações a respeito das coisas que deverão acontecer no ano seguinte.

Tendências, expectativas, novidades, etc. No mundo da automação não é diferente, as tendências são sempre motivo de especulação e passam pelas estratégias de investimento de cada empresa. Neste artigo, vamos falar um pouco sobre as tendências da automação industrial para 2021.

Realidade Virtual

Nenhuma das tendências da nossa lista é uma grande novidade que se apresentou exclusivamente neste momento.
Pelo contrário, todas elas já são mais ou menos conhecidas pela maior parte das pessoas, estando apenas em fase avançada de implementação no mundo industrial.

A primeira tendência que vamos tratar é a realidade virtual ou realidade aumentada. Embora muitas pessoas associem a realidade virtual ao mundo dos jogos e entretenimento, ela já está sendo bastante utilizada para a concepção de protótipos e modelagem de problemas.
Na automação industrial, ela pode ser usada para criar e testar sistemas complexos, muito antes de sua construção física.

A realidade virtual é uma tendência que deverá se consolidar, a medida em que as empresas passam a requerer menores custos e a cogitar a contratação de profissionais de excelência ao redor do mundo, sem que eles precisem estar localmente na planta industrial.

IoT (Internet das Coisas)

Desnecessário dizer que a internet das coisas (IoT – Internet of things) já chegou e faz parte de nossas vidas. Nós já estamos cercados de dispositivos conectados, desde TVs, passando por carros até as nossas geladeiras, há quem diga que em pouco tempo, tudo o que puder ser conectados à internet, o será.

No caso da automação industrial, a afirmação também é verdadeira. A possibilidade de monitorar e controlar máquinas e sistemas inteiros a partir de softwares remotos é algo revolucionário para as empresas.

Os fabricantes dos equipamentos podem coletar dados em tempo real para a melhoria de seu produto, bem como os engenheiros de manutenção e de processo podem extrair o máximo do sistema como um todo.
Sem dúvidas, uma das grandes demandas para as empresas de automação industrial em 2021 será a conexão dos sistemas de seus clientes à redes internas ou à internet.

Inteligência Artificial

Com a tendência de se controlar todas as coisas via softwares, vem a possibilidade de se utilizar a inteligência artificial para elevar a performance de cada sistema. Softwares de inteligência artificial podem processar gigantescas quantidades de dados e tomar decisões que elevem a produtividade geral do sistema, evitando paradas e aumentando a vida útil de cada equipamento.

A inteligência artificial também pode produzir insights inéditos, os quais seriam impossíveis sem a aplicação de poder computacional.

Automação para E-commerce

Em 2020, devido às circunstâncias conhecidas por todos, houve uma explosão no comércio eletrônico. Boa parte da população que nunca havia realizado uma compra on-line, de repente, se viu obrigada a fazê-lo.
Isso eleva o nível de exigência de processamento de carga para os operadores logísticos, o que impacta diretamente na necessidade de automação das linhas de distribuição.

Hoje, os grandes varejistas do comércio eletrônico já contam com operações automatizadas, esteiras inteligentes e integração da movimentação de cada caixa em seus CDs ao software central.

Mas ainda há um enorme caminho pela frente. Especialistas afirmam que o e-commerce ainda não atingiu nem 40% de seu potencial no Brasil, isso significa que massivos investimentos estão por vir.
As empresas de automação devem se preparar para atender à gigantesca demanda dos processadores de carga, pois talvez isso nem seja mais uma tendência, mas sim, uma demanda urgente e atual.

O Futuro é Agora

Fazendo uma breve recapitulação das tendências que listamos, podemos concluir que nenhuma delas está no futuro ou dependendo de grandes avanços tecnológicos para se concretizar. Todas são demandas reais do presente, demandas de uma sociedade dinâmica e digitalizada, e isso tem tudo a ver com automação.