SISTEMAS MAIS AVANÇADOS NA AUTOMAÇÃO

Internet das coisas (IoT), Business Intelligence, Robótica, Inteligência Artificial, são algumas das áreas de interesse que estão cada vez mais em pauta pelas indústrias que caminham em direção a possuírem os sistemas mais avançados na automação.

A Indústria 4.0, também conhecida como “A Quarta Revolução Industrial”, traz consigo o conceito de automação avançada, que se refere a sistemas automatizados sofisticados, exigindo pouca ou nenhuma interação humana para operar.

O QUE É A INDÚSTRIA 4.0?

A Indústria 4.0 ou A Quarta Revolução Industrial, é a tendência atual de automação e troca de dados em tecnologia de manufatura.

Após três marcantes revoluções industriais na história: Produção Mecanizada, Eletricidade, Eletrônica e Tecnologia da Informação e das telecomunicações; a quarta revolução traz uma tendência à automatização total da produção industrial.

Em resumo, a quarta revolução industrial traz ainda mais automação do que a terceira revolução, constrói uma ponte entre o mundo físico e o digital através de sistemas ciberfísicos, promove uma mudança no controle industrial central, cria modelos de dados em circuito fechado e sistemas de controle.

CONHEÇA ALGUNS DOS SISTEMAS MAIS AVANÇADOS NA AUTOMAÇÃO

  • Big Data

O termo Big Data (Megadados), se refere ao grande volume de dados estruturados ou não, que inunda o dia a dia de um negócio.

Muitas vezes, os dados são tantos, muito grandes ou complexos, e que crescem exponencialmente com o tempo, o que dificulta seu armazenamento e acesso, ou até mesmo, os impossibilita.

Dessa forma, o Big Data na automação, é referido como um sistema que opera de forma em que todas as informações são acessadas e armazenadas de um jeito fácil e eficiente.

Aqui, pontuamos alguns dos benefícios do processamento de megadados:

  • Melhor serviço ao consumidor;
  • Identificação precoce dos riscos à produção e serviços;
  • Análise eficiente de dados para melhor tomada de decisões;
  • Melhor eficiência operacional;
  • Otimização do tempo.

As tecnologias de Big Data podem ser usadas para criar uma zona de testes para novos dados antes de identificar quais dados devem ser movidos para armazenamento.

  • Interface Homem-máquina (IHM)

Ferramenta importante para automação de processos, o IHM é todo sistema que faz com que seja possível operar as máquinas por meio de uma interface.

Uma interface homem-máquina é uma interface de usuário que conecta um homem a uma máquina, um dispositivo ou um sistema.

É possível, em teoria, utilizar esse termo para definir qualquer tela que conecte um usuário a um dispositivo. Porém, o termo é comumente usado no contexto de processos industriais.

  • Internet das Coisas

Internet das Coisas ou IoT é o termo que se refere aos bilhões de dispositivos físicos no mundo inteiro hoje conectados à internet.

Atualmente, chips de computador são super acessíveis e simples de serem utilizados, fazendo com que dispositivos dos mais variados, como um avião ou uma pílula estejam conectados entre si, compartilhando e recebendo dados em tempo real.

Lâmpadas, termostatos, caminhões em piloto automático, um brinquedo infantil – simplesmente qualquer coisa pode ser conectada a uma rede e se tornar parte da IoT.

  • Robótica

Um robô, é nada mais, nada menos, que um dispositivo que ajuda humanos a realizar tarefas.

A Robótica, por sua vez, é uma subcategoria da engenharia, dedicada à pesquisa, desenvolvimento e operação de robôs. Os engenheiros de robótica estudam como um sistema físico, construído, pode completar ou executar sozinho uma tarefa ou fazer uma conexão homem-máquina com uma nova tecnologia.

  • Rede Neural Artificial (RNA)

A RNA é um sistema de computação projetado para simular a forma como o cérebro humano analisa e processa informações.

Essa rede resolve problemas que seriam muito difíceis ou impossíveis de serem resolvidos pelos padrões humanos ou estatísticos, o que faz com que a RNA seja considerada a base da Inteligência Artificial (IA).

Os sistemas mais avançados na automação têm o potencial de revolucionar não somente a indústria como um todo, mas de influenciar grandemente a forma como vivemos e enxergamos o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Share via
Copy link
Powered by Social Snap