Por que a segurança de redes industriais é tão importante? Qual o impacto disso no seu negócio?

O tema redes industriais é realmente primordial na indústria 4.0.

Isso porque o avanço da tecnologia trouxe para as empresas não só a melhoria em diversos processos, mas também um problema bastante comum: os ataques de hackers.

E é justamente para ajudar você e a sua indústria nesse quesito que decidimos escrever esse artigo.

A ideia é que entenda a importância da segurança de redes industriais e o impacto de qualquer descuido no seu negócio.

Vamos à leitura?

 

Por que as redes industriais podem sofrer ataques?

Os ataques às redes industriais podem acontecer por diversos motivos.

Entre eles estão a parada da planta para uma espionagem industrial, um roubo ou uma venda de dados, e até chantagem, sequestro e bloqueio de informações por meio da implantação de senhas. Em alguns casos é a própria satisfação pessoal do hacker que motiva a ação.

Na verdade, desde que a Tecnologia da Automação (TA), se conectou com a boa e velha Tecnologia da Informação (TI), os casos de invasão a plantas, de criação de vírus para sabotagem, entre outros, só cresceram, infelizmente.

O prejuízo? Muito, mas muito dinheiro perdido e fortes riscos de ameaças à segurança operacional na indústria 4.0.

 

Como são feitos os ataques às redes industriais?

Basicamente, os ataques às redes industriais acontecem por meio de uma invasão de um programa, que pode ser instalado dentro do sistema a partir de um e-mail com anexo ou até de um pendrive.

Ao ser instalado, esse “robô” atua na rede de forma externa por um hacker, que monitora tudo e aguarda o momento certo para roubar dados, trocar parâmetros de planta e muito mais.

 

O que pode facilitar o ataque às redes industriais?

Os ataques às redes industriais podem acontecer devido a muitas fragilidades no contexto da indústria 4.0.

Entre elas estão redes e sistemas operacionais sem atualização e sem antivírus, protocolos com baixa capacidade de segurança, redes de controle sem segmentação, redes não criptografadas no nível IP, entre outras.

 

Como proteger as redes industriais desses ataques?

A segurança das redes industriais vai acontecer se você realizar algumas ações imprescindíveis, como monitorar serviços, bloquear acessos, corrigir ameaças, auditar mudanças e contingenciar falhas.

Mas afinal, como fazer isso?

É possível, por exemplo, autenticar usuários e equipamentos, garantir o controle de acesso, criptografar dados, detectar intrusos previamente, fornecer assinatura digital, monitorar as atividades dos sistemas e da rede, isolar e segregar ativos, realizar a varredura de vírus e implantar a segurança perimetral de planta.

Mas é aconselhável também a realização da proteção física e dos sistemas.

Uma das possibilidades é a implantação de políticas de segurança de acesso, de preferência integradas às de segurança de TI.

É interessante também que você faça uma análise de riscos para assim identificar como está o seu processo de bloqueios de acesso.

Nesse caso, dependendo do risco, pode ser necessário ações como implantação de rastreio, bloqueio de pessoas não permitidas e proibição da utilização das portas para pendrive.

 

No contexto da segurança das redes industriais todo cuidado é pouco.

Fique atento e proteja o seu negócio!